7 dicas inteligentes de como usar o elogio

 
Todos somo seres emocionais, e a valorização pessoal é algo que funciona na vida de todas as pessoas, indistintamente. Quando somos reconhecidos e elogiados, nossa auto-estima melhora sensivelmente e a vida se torna atraente.
 

1. O elogio pode ser usado para o bem ou para o mal

O escritor William James disse: "O mais profundo princípio da natureza humana é o desejo de ser valorizado". Por todos os lugares encontramos pessoas queixosas de trabalhar para chefes, supervisores e diretores que nunca aprenderam a arte de dizer "obrigado por seu trabalho!" Pessoas, em qualquer tipo de trabalho, nunca deveriam se sentir desvalorizadas. E motivar pelo elogio, com certeza, é uma maneira inteligente de fazê-las crescer.
 
Mas quando o elogio é utilizado para conseguir reprováveis objetivos, então estamos diante de uma ferramenta usada para o mal. Mais cedo ou mais tarde descobre-se a veracidade do elogio: se para a influência (crescimento da pessoa) ou para manipulação (proveito próprio).
 

2. Elogios podem ser planejados

Em sua agenda de administração, tenha como meta aproveitar as oportunidades para elogiar pessoas por resultados notáveis ou esforços excepcionais. Antecipe as vitórias que elas provavelmente vão conseguir. Prepare-se para estimulá-las e exalta-las.
 

3. Elogie a realização e, se possível, o realizador

Destaque especificamente o que pessoas têm feito para seu merecer seu apreço. Faça que elas sejam exaltadas, por seu esforço, pelos resultado.
 

4. Todos merecem ser elogiados?

Uma atitude coerente em administração de pessoas é que todas elas precisam de elogios para se sentir bem. Sabendo disso, não deixe de fora nenhuma pessoa de seu círculo de trabalho ou das relações pessoais. Reconheça as contribuições de todos os que quebram pedras e pedreiras para abrir caminho que lhe permite liderar "vencedores".
 

5. Elogie sinceramente

Tenha um sorriso em seu coração, mas também em sua voz. Seja festivo quanto o fizer! Não elogie pessoas apenas quando você estiver de "bom hunor", não distribua cumprimentos como se fossem amostras grátis e não faça elogios enjoativamente doces ou excessivamente efusivos – tenha bom senso.
 

6. Saiba quando fazer o elogio

Se possível elogie publicamente. Mas só faça isso quando souber que o recebedor não se sentirá embaraçado e quando não haja possibilidade de outros ficarem ressentidos.
 

7. Nunca anule um elogio

Não complete o reconhecimento de um sucesso com "Espero que você continue agindo dessa maneira todo o tempo" Quando o elogio for passado para o papel (boletim, jornal, circular, murais, etc), a pessoa homenageada se sentirá premiada e agradecida pelo reconhecimento.


Comentários do Facebook

4 Comentários


  1. Paulo carvalho

    12 de agosto de 2013 em 02:15

    Você realmente me ajuda muito. Obrigado. =)

    Responder

    • Franklin Alexandre

      23 de junho de 2017 em 13:58

      de nada!

      Responder

  2. Franklin Alexandre

    12 de agosto de 2013 em 12:04

    @Paulo Carvalho – É extremamente gratificante receber comentário como este – Obrigado mesmo! Espero poder ajudar muito mais!

    Abraço!

    Responder

  3. Anônimo

    9 de outubro de 2013 em 18:05

    Muito bom o blog. Espero que continuem postando cada vez mais artigos.

    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado Os campos obrigatórios estão assinalados por um asterisco. *