Como tentar ser feliz nos torna infelizes?

T entar ser feliz é como tentar dormir sem estar com sono. Quanto mais você tenta dormir, mais você permanece acordado. Da mesma forma, quanto mais você tenta ser feliz, mais infeliz você se torna.

A futilidade em procurar a felicidade

A maioria das pessoas enxergam a felicidade como se fosse um objeto distante – um objeto no qual é necessário correr atrás, procurar, agarrar e seguras nas mãos com todas as forças para que ele não escape. Para essas pessoas, a felicidade está lá fora no mundo exterior, e sendo assim, a procuram de diversas maneiras ao adquirir riquezas materiais, enchendo suas casas de posses, procurando prazer constante, firmando autoridade sobre outras pessoas, criando identidades ilusórias, e assim por diante.

No entanto quanto mais procuram a felicidade, mais ela foge deles, assim com o horizonte vai se distanciando à medida que tentamos nos aproximar, a felicidade parece se afastar quando nos esforçamos para abordá-la.

Mas por que é assim? Por que as pessoas que constantemente tentam tornar-se felizes raramente parecem experimentar a felicidade?

A resposta para essa questão reside no fato de que a felicidade não pode ser encontrada em fontes externas, mas sim encontrada dentro de nós mesmos.

É exatamente por isso que não importa quanto dinheiro, prazeres ou poder você tenha; você não será feliz. Uma vez que a felicidade não está nas realizações, ela não pode ser encontrada no futuro – é um estado de ser que só pode ser experimentado neste exato momento.

Procure e não encontre nada. Pare de procurar e encontre.

Na verdade, nem podemos dizer que é possível encontrá-la, pois a felicidade sempre esteve lá, no entanto nossa natureza e condicionamentos impostos pela sociedade nos leva a buscá-la em outro lugar. Ficamos tão cegos procurando fora de nós mesmos que perdemos o contato com ela.

Isso fica mais claro quando entendemos a diferença entre a felicidade genuína e a felicidade hedônica:

Felicidade Genuína

Felicidade hedônica

Um olhar com mais lucidez

De alguma maneira sentimos que não está bom do jeito que está, então tentando encontrar uma maneira de completar o nosso vazio interior, procurando a felicidade no mundo exterior. Mas, independentemente de quanto esforço nós colocamos nessa tarefa, continuamos sentindo esse vazio interior. O dinheiro pode encher nossos bolsos, mas não nossa alma. O sexo pode nos trazer gratificação física de curta duração, mas não satisfação interior. Poder pode fazer-nos parecer forte aos olhos dos outros, mas não pode esconder a nossa fraqueza interior de nossos próprios olhos.

Quando não aceitamos a nós mesmos do jeito que somos, nada no mundo pode nos fazer sentir bem sobre nós mesmos. Objetos externos podem impulsionar temporariamente nosso ego, mas em breve nos deparamos com nosso vazio interior novamente.

Felicidade Genuína

Pare agora mesmo e faça o exercício de olhar profundamente dentro de você mesmo,  afim de lembrar dos momentos em que você se sentiu verdadeiramente, sinceramente feliz. Eu estou falando sobre aqueles momentos em que o seu coração estava pulsando com alegria, quando você se sentiu em paz consigo mesmo e com o mundo, quando você sentiu que a vida foi transformada em uma bela celebração. Aposto que foram momentos em que você soltou seus esforços para controlar sua vida e se rendeu ao aqui e agora. Momentos de amor, criatividade, brincadeira, meditação. Momentos em que você se sentiu completo do jeito que você é. Momentos em que você se esqueceu de tentar ser feliz.

Busque a felicidade para finalmente parar de buscar a felicidade

Não é possível encontrar a felicidade buscando-a, e propositalmente não buscá-la significa desistir dela. Então o que se pode fazer?

A resposta está em buscá-la, mesmo que pareça fútil. E não apenas buscar, mas buscar com a totalidade de seu ser. Procurando até que nada mais esteja em sua mente. Parece loucura, né? Deixe-me explicar:

Quanto mais você busca a felicidade, mais você vai se aproximar de perceber que não ela está em lugar algum, que todas as experiências que você busca no mundo são tão insubstanciais quanto um sonho. Quanto mais você busca a felicidade, mais você vê a inutilidade de buscá-la. Quanto mais esforço você colocar em busca da felicidade, mais farto de buscá-la você ficará. Em outras palavras, o propósito de buscar a felicidade é parar de procurá-la!

Portanto, não sou a pessoa que sugere que você se sente, não faça nada e espere passivamente que a felicidade apareça em sua vida. Não, a felicidade não funciona desse jeito. Ao mesmo tempo, não posso esconder de você a verdade de que a felicidade não pode ser procurada ou encontrada. Mas procurar ajuda, porque em algum momento o fará compreender a estupidez inteira nessa atitude.

Quando essa percepção surgir sobre você, você entenderá exatamente o que quero dizer. E assim que conseguir, você será capaz de deixar totalmente de lado todos os esforços e abraçar a vida como ela é, e naquele momento, nesse estado de ser, você experimentará a felicidade em sua forma mais pura. Então, você sentirá que nada está faltando, e tudo ficará claro e bem.

Felicidade na vida cotidiana

O ensinamento completo você pode encontrar nessa palestra especial do Lama Padma Santem sobre felicidade na vida cotidiana. Uma palestra comovente, que é capaz de mudar todo o que pensamos sobre o que é a felicidade.

  • Este artigo foi útil para você?
  • Sim Não
Share
Publicado Por:
Franklin Alexandre