Como ser mais interessante utilizando os 5 sentidos do corpo

Muitas pessoas acreditam fielmente que para ser uma pessoa interessante é preciso impreterivelmente possuir alguns requisitos como ter viajado o mundo, ter lido centenas de livros, ter uma paixão exótica, “ser você mesmo”, saber contar histórias e piadas, ter um talento super diferente e inusitado, e é melhor ir parando por aqui porque essa lista não tem fim.

Acredite, mas ser uma pessoa interessante não tem nada haver com isso. Se você pesquisar no Google como ser uma pessoa mais interessante vai se deparar com a seguinte lista em um dos primeiros sites:

Como ser interessante segundo a revista "pegn".

Como ser interessante segundo a revista “pegn”.

Pensar dessa forma é extremamente prejudicial para nossas relações interpessoais. Infelizmente sempre ficamos procurando atributos (que acreditamos ser especiais) nas pessoas e esquecemos de olhar para a essência do ser, o que realmente importa e o que realmente faz toda diferença.

É um viés muito grande pensar da forma como usualmente pensamos sobre ser interessante, mas infelizmente nós crescemos em uma sociedade que por N motivos acredita que funciona dessa forma. Mas vamos desmistificar isso hoje mesmo!

O que é ser interessante? (uma nova visão)

Vamos a partir de agora deixar de lado essa ideia de “ser interessante” que a sociedade nos ensinou e ressignificá-la. A nova visão acredita que uma pessoa interessante é aquela que desenvolve e utiliza com lucidez e sabedoria os 5 sentidos do corpo humano.

A seguir você vai conhecer como funciona:

Como ser uma pessoa interessante utilizando os 5 sentidos do corpo humano:

1. Visão – O olhar lúcido.

Nós vivemos em uma sociedade doente e adoecemos junto com ela. Nos tornamos insensíveis, frios, intolerantes e negadores. Não reparamos no céu, nas pessoas, nas estrelas, nos insetos, no corte de cabelo, na roupa nova, no olhar diferente do amigo, nós infelizmente deixamos passar detalhes importantes que poderiam fazer toda diferença em nossas relações. Isso acontece porque estamos sempre autocentrados em nós mesmos, preocupados em sobreviver em meio ao caos.

“Você só vê o que seus olhos querem ver
Como pode a vida ser aquilo que você quer que ela seja?
Você fica gelado quando seu coração não está aberto”

Uma pessoa interessante, através do sentido da visão realiza a prática do olhar lúcido. Essa pessoa consegue enxergar além do que ela quer enxergar, ela percebe sutilmente a beleza da vida e das pessoas em sua volta.

Como se faz isso?

Treinando a atenção plena, que é a base de uma vida consciente.

Atenção plena, é a arte de encarar as forças presentes em nosso momento atual – sejam quais forem – com a plenitude dos nossos recursos – a inteligência do corpo, a intuição, a reflexão, as aprendizagens do passado. Isso permite que o praticante tenha cada vez conversas/relações mais sábias e compassivas.

atenção plena

Estrela Sirius, Formiga no galho, Nuvem Cumulus

Experimente reparar mais detalhes nas coisas ao seu redor, nas pessoas, repare mais em tudo. Você vai descobrir coisas fascinantes que antes passavam despercebidas. Certamente qualquer um quer ter um amigo, ou estar perto de alguém com esse sentido aguçado.

2. Olfato – Respire

Você deve estar se perguntando como respirar pode tornar alguém mais interessante. Nosso corpo é uma máquina perfeita e tudo está conectado de uma forma que se algo não funcionar corretamente, acaba prejudicando outras partes, dessa forma a respiração correta é fundamental para o bom funcionamento dos outros 4 sentidos.

Respirar

Respirar incorretamente pode o afetar o seu sono, humor, digestão, coração, sistema nervoso, músculos, cérebro e acredite se quiser, até mesmo o desenvolvimento de seus dentes. Respirar corretamente proporciona uma série de benefícios para nos tornarmos mais interessantes. Todos querem estar perto de pessoas bem-humoradas, saudáveis e equilibradas.

3. Paladar – A Fala correta

Embora paladar seja propriamente a língua, o centramento aqui é a fala, que na verdade nada mais é do que nosso pensamento expresso sob a forma de som.

“Quando falamos, nossos pensamentos deixam de ser particulares. Oferecemos aos outros fones de ouvido, permitindo que ouçam a fita de áudio que toca em nossa mente. É claro que existem coisas que pensamos e não dizemos, e uma parte de nós faz o papel de filtro.” – Thich Nhat Hanh

O ponto aqui é procurar expressar nossos pensamentos com compaixão, que é a base para qualquer relacionamento saudável e feliz. Se colocar no lugar, na pele do outro faz toda diferença quando formulamos nossos pensamentos.

Isso muda totalmente a forma como nos relacionamos com as pessoas e o mundo.

4. Audição – O escutar

Se não conseguimos escutar com lucidez, consequentemente também não conseguimos praticar a fala correta. Não importa qual seja nossa fala, estaremos apenas relatando nossas próprias ideias, sem realmente responder ao que o outro disse.

Nós devemos olhar e escutar com os olhos e ouvidos da compaixão. A escuta compassiva auxilia a cura.

Quando alguém nos escuta dessa forma, sentimos alívio imediato. Um bom terapeuta sempre pratica a escuta compassiva.

Precisamos urgentemente aprender a fazer a mesma coisa, para poder ajudar a quem amamos, resgatando a comunicação com eles. Isso vai além de ser interessante, isso é ser um amigo.

5. Tato – O Toque

Quantos abraços demorados você já vivenciou?

toque

Ah…eu consigo lembrar dos abraços demorados que já vivenciei em minha vida, eles foram únicos e realmente significaram algo. Esses abraços não foram apenas um gesto de 3 segundos que fazemos por mera formalidade, eles certamente duraram mais de 30 segundos e por isso se eternizaram em minha mente.

Pessoas interessantes utilizam o sentido do tato para abraçar genuinamente, oferecer um ombro-amigo, olhar nos olhos (é uma forma de toque). O Toque transfere a energia que nos conecta com o outro.

Desenvolver esse sentido é muito além de ser uma pessoa interessante, é ser diferente.

6. O sexto sentido – (Bônus)

De onde você veio, e para onde você vai?

O sexto sentido é capaz de nos ajudar a responder esse tipo de pergunta capciosa. Estamos falando de espiritualidade. Muitos de nós desenvolvemos esse sentido quando ficamos mais maduros, depois de passar por muitas adversidades na vida.

Basicamente é a visão que temos sobre a vida. Se você quer conhecer uma pessoa de verdade, pergunte para ela como ela enxerga a vida, você vai descobrir muito sobre essa pessoa em sua resposta.

Conheça as 5 diferenças fundamentais entre religião e espiritualidade

A depender da filosofia, alguns vão responder que a resposta para essa pergunta não importa, outros vão tentar responder detalhadamente com vários fundamentos científicos, outros com suas crenças dogmáticas.

O sexto sentido é mágico, porque todos nós possuímos mas o desenvolvemos de um jeito único.

Qual seria sua resposta?

Ter uma ideia, pensar sobre isso e pelo menos tentar responder essa pergunta é de fato o desenvolvimento do sexto sentido.

Qualquer pessoa ousou questionar sobre isso e tem buscado conhecimento para entender melhor, sem sombra de dúvidas é uma pessoa interessante que inclusive eu gostaria de conhecer.

***

  • Este artigo foi útil para você?
  • Sim   Não


  • Desenvolvimento Pessoal

    Como ser mais interessante utilizando os 5 sentidos do corpo

    Muitas pessoas acreditam fielmente que para ser uma pessoa interessante é preciso impreterivelmente possuir alguns requisitos como ter viajado o mundo, ter lido centenas ...
Load More Related Articles
Load More By Franklin Alexandre
Load More In Desenvolvimento Pessoal

Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Check Also

Você é um escravo do seu trabalho?

  “Arrume um emprego, trabalhe, se case, tenha ...