Como funciona a psicologia reversa?

 

Você provavelmente está familiarizado com a psicologia reversa: quando tentamos convencer alguém a fazer algo, dizendo-lhe para fazer o contrário.

 

Teoricamente, as pessoas não gostam de ter sua liberdade restringida por algum motivo e se rebelam. Mas o que as pesquisas psicológicas tem a nos dizer? Realmente relacionamos a restrição a liberdade, com o desejo de fazer o que foi restringido? Em algumas circunstâncias, a resposta é sim.
 

Uma vez que esses dois experimentos comprovam:

"Crianças de 2 anos de idade foram orientadas a não brincar com um brinquedo específico. De repente o brinquedo proibido era o mais requisitado de todos. […] Os alunos foram informados que deveriam escolher 5 posters, e em seguida foi dito que um deles não estava mais disponível: "- Como assim um a menos?" (Trecho do livro Psicologia social e a natureza humana)

"…A classificação indicativa de programas de televisão violentos (variando de 14 a 18 anos) tem maior probabilidade de atrair pessoas que estão fora desse grupo a assistir o programa. Se o programa estivesse sem classificação não surgiria o mesmo efeito." (Chadee, 2011)

A ideia é que, quando dizem que você não pode ter ou fazer algo, as seguintes três coisas acontecem:
 
  • Você vai querer.
  • Você se rebela para reafirmar a sua liberdade.
  • Você se sente irritado com a pessoa que está restringindo sua liberdade.
Em outras palavras, você é imediatamente transformado novamente em um adolescente irritante.
 

O Fruto Proibido

A psicologia reversa funciona melhor com pessoas que tem características contrárias ou resistentes. Ao contrário das pessoas "mais fáceis", que ​​tendem a atender com mais facilidade suas solicitações.
 
Porém cuidado, as pessoas odeiam ser manipuladas. Se a pessoa na qual você está tentando usar a psicologia reversa perceber sua real intenção, uma forma de psicologia reversa inversa pode se manifestar. No caso o efeito não vai ser o esperado.
 
A psicologia reversa é um tema complicado tanto na vida real quando nos estudos psicológicos. Pesquisadores descobriram que é difícil determinar exatamente quando a psicologia reversa funciona e quando não funciona. Porém, podemos apontar alguns fatores que podem aumentar a reatância psicológica:
 
  • Quanto mais atraente e importante for a coisa que está sendo restringida, maior será o efeito psicológico.
  • O maior retardante psicológico é a privação à liberdade.
  • Ameaças que envolvam algum tipo de decisão produzem um nível maior de retardância, por não fazer muito sentido, deixa as pessoas ainda mais rebelde.
Na vida real, a psicologia reversa funciona melhor quando usada com moderação e sutilmente, aplicando principalmente sobre as pessoas que são resistentes aos pedidos.