6 sinais de que você é socialmente desajeitado

 
Se as suas interações sociais não vão lá como você gostaria que fossem e as vezes você enfia os pés pelas mãos durante uma conversa, você pode estar se perguntando: "Eu sou socialmente desajeitado?"
 
O objetivo desse artigo é explicar as características das pessoas socialmente desajeitadas e ajudá-las a entender se elas são ou não, bem como mostrar o que fazer sobre isso.
 

O perfil das pessoas socialmente desajeitadas

As pessoas socialmente desajeitadas possuem um conjunto de características distintas. Quanto mais dessas características você tiver, maior vai ser seu grau de inaptidão social; Aqui estão elas:
 
1. Se sentir nervoso em ambientes sociais. A típica pessoa socialmente desajeitada não se sente confortável em ambientes/situações sociais. Elas produzem muita ansiedade.
 
A ansiedade é um dos principais fatores que muitas vezes faz com que as pessoas socialmente desajeitadas tenham comportamentos estranhos perto das outras pessoas. O nervosismo leva a um comportamento tímido e quando a pessoa percebe que está sendo tímida, fica mais nervosa ainda, então temos ai um ciclo negativo continuo.
 
2. Opss…não foi isso que eu quis dizer. É muito comum entre as pessoas socialmente desajeitadas ofender alguém sem querer, quando se brinca com uma coisa que não tem graça ou fala algo sem pensar duas vezes. Para tentar sair de forma menos desagradável, tentam soltar um elogio.
 
Em outras palavras elas tentam gerar um resultado, mas acabam resultando em outro totalmente diferente. Essa desarmonia é um sinal de deficiência da calibração social.
 
3. Não compreendem as normas sociais. As pessoas socialmente desajeitadas reclamam que muitas vezes não sabem o que é e o que não é apropriado para fazer em uma situação social.
 
Eles não sabem quando é o momento certo para iniciar uma conversa, sobre que assuntos falar, ou quais são as brincadeiras adequadas para aquele momento. Obviamente essa falta de compreensão pode levar a um comportamento estranho ou tímido.
 
4. Não tem fluxo de conversa. Todos nós já tivemos alguma conversa que não fluiu, que teve um silêncio constrangedor ou mesmo um fim atropelado. Mas para as pessoas socialmente desajeitadas isso não é exceção, é regra.
 
Para elas, conversas são habituais passeios de carroça em uma estrada esburacada.
 
5. Frequentemente são evitadas ou ridicularizadas por outros. Se as outras pessoas sempre tentam se esquivar de interações com você, ou muitas vezes o "bolinam", provavelmente elas devem te ver como uma pessoa estranha.
 
6. Falta de conexões significativas com os outros. Uma vez que eles enfrentam muita dificuldade de ter uma conversa que tenha fluxo, que se sintam à vontade em ambientes sociais, logo as pessoas socialmente desajeitadas normalmente não tem fortes ligações com os outros.
 
Eles geralmente tem poucos amigos, se houver amigos, é um círculo social muito pequeno. Eles passam muito tempo sozinhos e dizem que sua vida social é uma m****.
 
Ok, estas são as seis características das pessoas socialmente desajeitadas. Podemos dizer que esse é um bom momento para perguntar novamente: "eu sou socialmente desajeitado?"
 

Se a sua conclusão for: "Sim, eu sou socialmente desajeitado", confira esses 3 Preciosos conselhos:

O primeiro e mais importante é desenvolver a sua confiança social. A timidez causa constrangimento e ansiedade em ambientes sociais. Quando você está ansioso, você não consegue pensar em linha reta, tropeça, bambeia e fica inerte, e logo você se envergonha. Trabalhe para melhorar sua confiança social.
 
O segundo conselho é aprender as normas sociais básicas. Os princípios básicos de interações sociais podem ser aprendidos através de livros, cursos ou pessoas socialmente mais experientes. Conhecê-los e aplicá-los vai ajudar a ajustar o seu comportamento social de acordo com cada situação.
 
No entanto, além dos princípios básicos, todo o resto só pode ser aprendido através da experiência. Ninguém pode dizer exatamente o que você deve dizer ou fazer socialmente.
 
É por isso que o terceiro conselho é ganhar muita experiência em interagir com os outros. Conheça novas pessoas, busque novas experiências, converse mais, perceba os resultados e vá ajustando seu comportamento.
 
Com o tempo, a experiência social irá transformá-lo de um socialmente desajeitado em um socialmente inteligente. Tudo isso vai depender da socialização. Mais uma vez: desenvolva a sua confiança social.
 
Felizmente, é absolutamente possível superar o constrangimento social. Você pode se tornar uma pessoa socialmente calibrada, boa de conversa, com muitos amigos e com uma vida social rica.
 
A chave é ter foco, seguir em frente e implementar tudo isso com determinação.
 

Leitura complementar: